sábado, 27 de setembro de 2008

Lançamento de Livro

Esta semana fui ao lançamento do livro Temas sobre a Instrução no Brasil Imperial (1822-1889), organizado por Antonio Carlos Ferreira Pinheiro e Cristiano Ferronato. A obra tem como objetivo divulgar os resultados de pesquisas que foram desenvolvidas nos últimos quatro anos no âmbito do Grupo de Pesquisa "História da Educação na Parahyba Imperial", vinculado ao Programa de Pós-Graduação em História da UFPB. Os trabalhos discutem aspectos relacionados à contribuição da “instrução” no processo de formação do Estado imperial, tomando como referência a “Província da Parahyba do Norte”. Aspectos relativos à cultura escolar, à formação de professores e a infância “desvalida” são alguns dos temas analisados a partir de farta documentação inédita e desconhecida pelo grande público leitor sobre o XIX. Cristiano é meu amigo querido do doutorado e arrasou quarteirões como organizador do livro. Sim, nós já sabemos que ele é lindo, sim, já sabemos que ele é muito competente, mas a demonstração disso tudo ao mesmo tempo, nos deixou (eu e Alásia) impressionadas e muito felizes pelo resultado do trabalho dele. Aliás, eu consigo vislumbrar nestes momentos o quanto estou evoluindo como ser humano, pois quando participo do sucesso de meus amigos, só consigo sentir felicidade e satisfação, pois o sucesso de cada um engrandece a minha própria escolha como pessoa.Ou seja, nós não crescemos apenas por nossas próprias ações, mas essencialmente pelo conjunto de ações de todos que nos cercam, pois são experiências de vida que nos afetam, direta ou indiretamente. É esta percepção de que estamos inexoravelmente ligados aos outros que nos move para frente e faz todo o resto valer a pena.

3 comentários:

Cristiano Ferronato disse...

Carissima vc é sempre muito gentil comigo nao sei se mereço tanto mas espero merecer essa amizade tão recente mas tão importante para mim. Eu também tenho sorte se encontrar pessoas tão do bem como vc. Eu adorei a presença de você a Alasia muito obrigado.

Ana disse...

Cris,
Tirando a parte da beleza e da amizade que sempre são considerações subjetivas e pessoais, todo o resto que eu escrevi apenas retrata a realidade... Eu e Alásia ficamos mesmo contentes por seu trabalho e você merece todos os elogios, principalmente quando conhecemos a estrutura egomaníaca do PPGE.Quanto à merecer a amizade, estas são as melhores, desprendidas, livres, despretensiosas, amarradas apenas pela empatia e carinho que muitas vezes nem sabemos as razões.

Beijos,

Anônimo disse...

Oi Ana

Que menininha para produzir! Parabéns! A cada dia vejo que seu potencial se amplia. Que bom!
Um beijão
Diva

Ads Banner

Google Analytics