sábado, 4 de dezembro de 2010

Resultado do mestrado

Ontem saiu o resultado do mestrado Edumatec/UFPE e não sei se tenho mais idade para emoções fortes. A nossa linha de pesquisa tinha menos vaga do que gostaríamos de ofertar e projetos bons (e alunos idem!) ficaram de fora. Eu fico louca da vida com isso, queria orientar trinta alunos se o regulamento permitisse. A demanda pela linha de Educação Tecnológica é sempre grande e a solução é aumentarmos o quantitativo de professores na linha para atender um maior número de alunos. Conseguimos ofertar oito vagas porque alguns professores disponibilizaram mais vagas, mas isso implicará em uma maior sobrecarga para eles a médio prazo. Alguns mestrados já tem ampliado a oferta de vagas para não perder talentos para outras regiões do país, como é o caso do CIN da UFPE que oferta quase 200 vagas na seleção do mestrado, mas é necessário implementar instrumentos de controle severos para o bolo não desandar. Eu já tinha comentado aqui no blog, existe uma demanda reprimida para a pós-graduação que precisa ser resolvida urgentemente, mas será necessário flexibilizar corações e mentes dos pesquisadores, gestores da CAPES, avaliadores dos cursos e pró-reitores.

3 comentários:

amandita2007 disse...

Oba! Minha amiga Júlia passou!

Ana disse...

Que bom! Ela deve ser da linha de matemática, não? Agora só falta você!!

Beijocas,

Thiago Pitaluga disse...

Penso que no brasil deveriam ser mais valorizados quem quer estudar. Uma das piores realidades é que, o valor de quem estuda é visto como alto e dispensável. Visto que as instituições particulares dispensam os mestres, quiçá os doutores. E o investimento na educação só pra estrangeiro ver, esse serve?

Ads Banner

Google Analytics