sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Hiperdidática e Paleoclube

O sonho de consumo de todo professor que acredita em seu trabalho é encontrar alunos interessados, comprometidos e especiais que ousam ir muito além do que pretendemos ensinar. A Amanda Costa é uma aluna assim (ou melhor, ex-aluna porque já terminou o seu curso de Pedagogia), cria do nosso grupo de pesquisa GENTE. No semestre passado, costumávamos almoçar juntas todas as quartas e quem estivesse ouvindo ( ou bisbilhotando) as nossas conversas durante o almoço, ficaria surpreso com o nível do debate e jamais acreditaria que ela era uma aluna de graduação. Não estou enchendo a bola dela porque fui sua orientadora ou coisa parecida, a nossa relação é mesmo de professora e aluna. Sou uma grande admiradora do seu trabalho porque ele reúne as ferramentas tecnológicas e o conceito de educação na mesma medida. Tenho o maior orgulho em divulgar a sua produção e vou falar sobre dois sites criados por Amanda: um é o Paleoclube, um museu virtual interativo que tem como objetivo "apresentar informações provenientes dos estudos paleontológicos (especialmente da Paleobiologia) primando pelo rigor científico e utilizando recursos multimídia (textos, figuras, vídeos, animações), com linguagem didática e arquitetura de informação focada na otimização do processo de aprendizagem". A minha filha de seis anos adora a "moça que explica tudo sobre os dinossauros" com a voz da Amanda, é claro! O outro site chama-se Hiperdidática, "um espaço para o desenvolvimento experimental de conteúdos educativos apoiados em hipermídia e, ao mesmo tempo, de divulgação e problematização do próprio quadro teórico que orienta a produção da hipermídia pedagógica, além de outros estudos que se relacionem com a temática das mídias digitais". Os dois trabalhos são excelentes indicadores das inúmeras possibilidades do uso das tecnologias em benefício da aprendizagem e do compartilhamento de informações. Vale a pena conferir e refletir!

38 comentários:

Amanda Costa disse...

Puxa! Agora fiquei emocionada!

Minhas maluquices tecnopedagógicas são, em grande parte, "culpa" de vocês, meus queridos mentores intelectuais que sempre me deram (e dão) toda a abertura necessária para que eu pudesse aprender e experimentar, seja nas conversas informais ou como aluna de iniciação científica, bolsista ou voluntária. Minha sorte foi ter encontrado o GENTE, que só tem GENTE BOA, COMPROMISSADA E GENEROSA. Com exemplos assim, é fácil desabrochar.

Um dos meus maiores orgulhos é dizer que sou cria de vocês e "designer vitalícia" do GENTE!

Amo vocês todos!

PS: precisamos retomar nossos almoços tecnológicos! O melhor almoço da semana era o das quartas! É muito bom se relacionar com pessoas que não são sovinas com o conhecimento!

Ana disse...

Querida,

Os seus experimentos tecnológicos são muito bem-vindos! Não exagerei em uma só palavra, pelo contrário! Fui muito econômica nos elogios... Precisamos retomar mesmo os nossos almoços!

Beijos

Eva Cordeiro disse...

Estou aprendendo sobre Tecnologias e Educação e seguir este Blog é uma tarefa de uma disciplina de Especialização em Gestão e Metodologias em EAD.
A cada post que leio fico mais e mais encantada com este universo.
Agora vi os sites da Amanda e fiquei realmente muito admirada.
Obrigada Ana Beatriz Gomes por nos presentear com a indicação!

Amanda Costa disse...

Eva, obrigada pela parte que me toca! :)

No Paleoclube, preciso dar crédito também ao trabalho do meu amigo Felipe Elias, paleontólogo responsável pela revisão de todos os conteúdos antes de irem ao ar.

Na próxima semana tem conteúdo novo, que já está em produção, sobre os mastodontes (nossos elefantes pré-históricos).

E, ainda esse ano, eu e Anabee vamos começar um novo projeto himpermídia que, por enquanto, é segredo de Estado! :D

Rademaks disse...

Ana, é tão bom quando vemos que nosso trabalho da bons frutos, como o seu com a Amanda, vocês estão de parabêns

Gilsimar Oliver disse...

Que trabalho bacana!

Parabéns Amanda pela criatividade, se fosse proprietário de algum centro de formação em EaD você já estava contratada. rsrsrs

Sinceramente, gostei da iniciativa. Não é a minha área, mas vou indicar para a minha esposa, que é formada em Biologia.

Amanda Costa disse...

Obrigada Rademarks e Gilsimar.

Sabe, essa área da multimídia pedagógica é fascinante e muito pouco explorada. A literatura que orienta a parte mais metodológica, operacional, é escassa. Mas aí é que dá vontade de sair experimentando mesmo e tentando descobrir formatos inovadores, nem que seja para quebrar a cara e descobrir que daquele jeito não dá certo! Quem sai na chuva é pra se molhar! :)

Isabel Gravato disse...

Ana,
tomei a liberdade de add teu blog no meu (http://isabelgravato.blogspot.com). Estou iniciando na arte do blog!!
Acompanhar você e pensar nos recursos, na superação das distâncias, na autonomia do processo de aprendizagem e nas interações entre os agentes envolvidos... além de ser um prazer, será muito enriquecedor!!! Parabéns pelo seu blog!!!

Cirlene Santos disse...

É muito bom quando a relação aluno-professor vai além da sala de aula e se transforma em grandes encontros de trocas. Parabéns. Quanto ao paleoclube, visitarei em companhia do meu dinofã Jean Carlo (5 anos, que agora está dormindo mas adora dinossauros. rsrs abraços

Amanda Costa disse...

Cirelen, é impressionante como as crianças gostam de dinos, não? Esatav conversando com Ana, que também tem uma dinomaníaca, e preciso fazer algo especialmente para os pequenos. Um Paleoclubinho com joguinhos sobre os dinos!

Prof. Stélio João Rodrigues disse...

PROF. STELIO

Estou começando nesta viagem ao mundo virtual, e todas as indicações pedagógicas são muito bem vindas, preciso aprender a usá-las

Agradeço as idéias

Luiz Eduardo disse...

Muito interessante o trabalho da Amanda. Gostei bastante do Paleoclube. Meu trabalho está ligado à educação básica e, no meu dia-a-dia, percebo como as crianças se interessam e aprendem mais facilmente quando utilizam recursos tecnológicos. Idéias como essa da Amanda, ajudam a ampliar os recursos que podemos (e devemos) utilizar para a educação das crianças do século 21.

Adylei Valsechi de Oliveira disse...

Muito interessante o trabalho, gostei bastante. Trabalho com alunos de curso técnico e superior e utiiizo muitos recursos para tornar mais atrativa as aulas.

Amanda Costa disse...

Luiz Eduardo, é verdade. O aspecto lúdico é um grande chamariz para a aprendizagem, e funciona com adultos também. O ser humano gosta do lúdico, além de aliviar a sobrecarga cognitiva, tornando o ato de aprender mais gostoso.

Infelizmente a aprendizagem não pode ser lúdica full time, mas saber dosar essas pitadas de ludicidade nos momentos certos é fundamental.

Amanda Costa disse...

Deixa eu aproveitar para compartilhar uma alegria: acabo de receber a notícia de que a revista Hipertextus aceitou a publicação de um artigo que escrevi em parceria com meu mega orientador prof. Sérgio Abraches!!!

Êêêêêê!!!! Recém-graduada e já tenho artigo publicado em revista científica!!! Depois de sobreviver ao rigor do método científico e da análise por pares, nosso artigo está lá, publicadinho da Silva!!!! Fruto do meu TCC no qual desenvolvemos um game para ensino de Física!!!! Quero escrever mais! Quero escrever mais!!!! :)

Fabiano disse...

Olá Amanda, bom dia!

Parabéns!!!

Estou iniciando no mundo virtual da EAD, pois, sou professor tutor a apenas um ano. Entretanto, percebi que suas ferramentas tecnopedagógicas são muito interessantes.

abraços e mais uma vez parabéns!

Luciana Mazzali disse...

Parabéns pela iniciativa de ser uma educadora a distância. Neste nosso Brasil, onde ainda há uma resistência quanto a EAD, você está exercendo um papel louvável.
Luciana Mazzali

Luciana Amorim Ferreira disse...

Amanda...

Realmente fiquei encantada com tanta criatividade e informações em seu site. Sou professora tutora a menos de um ano e tenho cada vez mais enriquecido meus conhecimentos com tantas informações a respeito das novas tecnologias que podemos utilizar no processo de ensino-aprendizagem na EaD.

Parabéns...

Amanda Costa disse...

Fabiano e Lucianas, obrigada. Esse mundo hipermidiático é riquíssimo em ferramentas e possbilidades, sim. Eu adoro! E acredito que um material didático super criativo deve ser uma mão na roda para o bom trabalho do tutor!

Mariah disse...

a arte de aprender utilisando as novas tecnologias, é a superação dos desafios dos adultos

FABIO GOMES disse...

o material é interessante, na verdade as ilustarções e videos são mesmo um tipo de EAD que prende a atenção tanto de crianças como adultos.

Educação e Mediação disse...

A forma de abordagem das novas mídias muitas vezes nos deixa em pânico. Mas não podemos esquecer das facilidade e do apóio metodológico para como o trabalho do professor. O EAD veio apra ficar e garantir uma sociedade do conhecimento.
Cátia Kíster

Frankiele disse...

Muito interessante, você como professora divulgar asinformações que uma aluna desenvolveu. Ainda mais, no curso de Pedagogia, (eu sou pedagoga), ingressamos muito cedo e não sabemos ao certo o que queremos... é bom ter alunos maduros... isso mostra que podemos sim, fazer a diferença na vida profissional de nossos frutos...
Parabéns pelo trabalho! Já estou conferindo.
Att
Frankiele

manoela.groh disse...

@Amanda, esse é um dos melhores textos que já li a respeito de comunicação-educação-tecnologia-evolução. (parabéns eternos)

Suas palavras corroboram a ideia oriunda da comunicação, a qual assume a relação intrínseca entre o contexto social e comunicação.
Com as TICs não poderia haver processo diferente.

A plasticidade e o caráter multidirecional que cita no Hiperdidática, elucidam a característica 'inovadora' das TICs na possibilidade de individual e coletivo não se excluirem de um processo; e mais, corrobora a visão de ressignificação. Uma prática humana para validar e legitimar o novo no cotidiano.

E isso tudo é EaD.
Algo que já fazíamos, mas ("agora") com novas extensões. Como McLuhan já dizia, "os meios são extensões do homem", nessa perspectiva que seu site traz, a EaD é uma extensão da nossa capacidade apreender (assimilar mentalmente), compreender (alcançar com a inteligência), e desenvolver (aperfeiçoar) a comunicação, que é (e sempre será em essência) social por excelência.
Concorda?

@Ana Beatriz
1°: De fato, orgulho de ser professora de uma aluna como Amanda!
2° Com algumas leituras a respeito da EaD (sou novata nessa área, estou fazendo uma pós) percebo algumas barreiras (o que no hiperdidática Amanda traz como a "lei de supressão do potencial radical"), muita superficialidade entre professores, numa repetição sem, justamente, ressignificação, numa necessidade "quase-ingênua" de participar opinando-o-mesmo; e, especialmente uma crença de que "alguém irá ajeitar", ou melhor, que "propostas mágicas" estarão presentes para que essa mesma massa (no sentido mesmo de cultura de massa) de alunos e professores possa valer-se de uma nova e prática ferramenta, mantendo seu pensamento num mesmo 'loccus'. Qual seria o marco regulador da mudança real entre o pensamento do "professor tradicional" do "novo professor EaD" (ainda na linha da Hiperdidática)?

Eva Cordeiro disse...

Professora Ana e Seguidores do Blog,
Faço uma especialização em Metodologias e Gestão de Educação a Distância e sigo este blog como parte de uma atividade dirigida.
Convido a todos que visitem meu blog:
http://ead-brasil.blogspot.com.
Att,
Eva

Ana Claudia Micheli disse...

Fico feliz em ver que cada vez a tecnologias vem sendo utilizada em benefício da aprendizagem e do compartilhamento de informações, acompanharei seu blog com mais frequencia.

Abs.

Ana Claudia

Amanda Costa disse...

Manoela, que bom que gostou do texto. É uma síntese que fiz de uma parte do estudo de Damásio, com o quem me identifico bastante.

Precisamos ter os dois pezinhos no chão quando tratamos de questões ligadas às tecnologias digitais aplicadas a educação. O canto da sereia é muito sedutor, e inevitavelmente faz muitos projetos darem com os burros n'água por se ampararem exclusivamente em discursos ideológicos.

Marilia Xavier disse...

Excelente texto! Parabéns Amanda! Sucesso.

Jandson disse...

Incrível como uma boa orientação de alguns professores podem criar ideias tão inovadoras como a da Amanda Costa, parabéns seu site esta ótimo bem atrativo.

Elos do Conhecimento disse...

Parabéns pelo belo trabalho,é a prova de que a educação à distância é tão importante quanto a educação tradicional,sucesso !

Amanda Costa disse...

Obrigada Marília, Jandson e Elos do Conhecimento! :)

Educação a Distância - Enfermagem disse...

Parabéns para as duas. A Amanda por ter desenvolvido esses fascinantes sites. Adorei! E professora Ana Beatriz, por ter sido uma das facilitadoras do conhecimento adquirido pela Amanda. Gostaria de saber como poderia ser um site desse com relação a saúde. Sobre o corpo humano, sobre a fisiopatologia das doenças. Nossa muito bom. Caso alguém saiba me informar algum site com essa roupagem, mas com a temática da saúde eu agradeço muito.

Amanda Costa disse...

Oi, Enfermagem. Eu tinha feito um trabalho semelhante ao Paleoclube sobre Anatomia, anos atrás. Mas não está mais disponível na rede. Tratava do sistema esquelético e era voltado para o público da sétima série.

Educação a Distância - Enfermagem disse...

Primeiramente Parabéns pela sua incrível experiência e conhecimento. Nossa que ótimo. Caso você encontre algo parecido ou você mesmo produza alguma coisa desse tipo peço que me avise. Vou aguardar ansiosamente sua nova criação ou indicação. Grata pela atenção. Lívia Lya

Wagner Siqueira Cavalcante disse...

Viver neste momento tecnológico não é tarefa fácil e muito menos o céu!
Sempre haverá nova tecnologia, fascínio, espanto e horror à mesma. Em um meio de ensino, administrar tais extremos é muito desafiador... Esta é a cara do professor.

Amanda Costa disse...

Lívia Lya, não se preocupe. Já estou com seu e-mail guardadíssimo para poder te avisar sempre que encontrar multimídia educativa na área de saúde!

Mundo da Pré-história disse...

Nossa como eu gostava do paleoclube, pena q acabou, era uma grande inovacao na area da paleo pro brasil, eu gostaria de pedir a Amanda Costa q reative o site, por favor eh muito importante esse site, de cara eu fiquei surpreso no primeiro dia q vi o paleoclube. Acho q ele soma muito pra paleo brasileira ateh pq, os principais animais abordados nele eram brasileiros e sulamericanos. Oferencendo mais conhecimentos sobre o nosso passado. Por favor Amanda, reative o site, ele eh o melhor q ja vi sobre o tema.

Amanda Costa disse...

Para o bem de todos e felicidade geral da nação, informo que o Paleoclube já está de volta!

www.paleoclube.org

beijocas

Ads Banner

Google Analytics